Naturalismo Wiki
Advertisement

Direitos Reservados ao Iron Chariots, Link original aqui

James "The Amazing" Randi tem uma reputação internacional como mágico e artista de escape, mas hoje ele é mais conhecido como o investigador mais incansável do mundo e desmistificador de alegações paranormais e pseudocientíficas.

Randi perseguiu dobradores de colher "psíquicos", expôs os truques sujos de curandeiros, investigou a água homeopática "com memória" e geralmente tem sido um espinho nas costas daqueles que tentam puxar a lã dos olhos do público em nome do sobrenatural. Ele também é um ateu convicto que não isenta o dogma religioso de sua crítica implacável a afirmações infundadas.

JREF

Em 1996, a Fundação Educacional James Randi (JREF, na sigla em inglês) foi estabelecida para promover o trabalho de Randi. Entre outras funções, a fundação administra um desafio paranormal de um milhão de dólares, oferecendo um prêmio a qualquer um que possa provar a existência de qualquer fenômeno sobrenatural. Até o momento, ele permanece não reclamado.

Frases conhecidas

  • “Declaro minha opinião de que a noção de um deus é uma superstição básica e que não há evidências da existência de qualquer deus(es). Além disso, diabos, demônios, anjos e santos são mitos; não há vida após a morte, nem céu ou inferno; o Papa é um dinossauro medieval perigoso e fanático, e o Espírito Santo é um personagem de quadrinhos digno de riso e escárnio. Eu acuso o deus cristão de assassinato ao permitir que o Holocausto ocorra - para não mencionar a 'limpeza étnica' que atualmente está sendo realizada por cristãos em nosso mundo - e condeno e difama esta divindade mítica por encorajar o preconceito racial e comandar a degradação das mulheres .” - James Randi, na revista Skeptic (1995 Vol. 3, No. 4, p. 11)
  • “Eu sugiro que possamos depor esse Deus incumbente e começar a lidar com o mundo real. Ele provou - uma e outra vez - ser cruel, caprichoso e vingativo. Ele afoga, esmaga, queima e mata milhões de nós todos os dias. Ele criou o câncer, os vírus e os germes para invadir e destruir nossos corpos como bem entender, e os usa com muita eficácia. Em Sua sabedoria, Ele orientou os responsáveis ​​a impedir a pesquisa com células-tronco para que uma abordagem tão poderosa não estivesse disponível para nós e Ele não tivesse que forçar o Intelecto Divino para desarmar essa defesa. Nós O divertimos enquanto nos debatemos tentando em vão apaziguá-lo. Eu voto que o despejamos.” - Swift, 2 de setembro de 2005
Advertisement